Ads Top

Review l "Inside Voices" - A luta de Simmons para libertar Fitz


O episódio já começa explorando alguns acontecimentos da 1 Temporada, uma coisa um pouco diferente, e com isso já podemos perceber que o episódio será focado no Gravitonium. Logo no início, Hale começa a querer que Carl toque no material, com o objetivo de estudá-lo para criar a câmara (que Ruby tanto almeja). Ruby não gosta da atitude, uma vez que, literalmente, foi criada para passar por essa câmara.


Depois de ter seus braços cortados por Ruby, e acabar ficando por vários episódios se recuperando, também temos Yo-Yo de volta a ativa, finalmente seguindo os passos de sua personagem nos quadrinhos (ela perde seus braços e eles são substituídos por braços mecânicos). Também vemos a grande obsessão de Simmons com a teoria de Yo-Yo (de não poder ser morta, já que ela está no futuro), essa teoria mexe muito com FitzSimmons, já que Deke é o neto deles, e é a prova viva de que eles ficarão juntos. Com essa teoria em mente, Simmons procura Deke para saber se por algum motivo, ela e Fitz tem alguma cicatriz ou algo do tipo. Simmons faz isso pensando se ela realmente poderá desafiar a morte sem ter medo. Deke responde que não sabe sobre o assunto.


Pela primeira vez Daisy está comandando a equipe, o que veio em um tempo muito ruim, já que Fitz trouxe seus poderes de volta à força. Simmons tenta convencer Daisy a libertar Fitz para seguirem uma pista do paradeiro de Coulson, mas como todos sabemos, a Daisy é muito sentimental, então ela não aceita de nenhuma maneira, ao ponto de ser grossa com Simmons. Sem muitas opções de como seguir seu instinto, Simmons recorre a Yo-Yo para falar de sua teoria, tentando convencê-la a seguir a pista para achar Coulson.


Enquanto isso, após seu primeiro contato com o Gravitonium não ter sido muito bom, Carl se encontra paranoico com o ocorrido. Mas Hale não liga para isso, ela está tão obcecada com a câmara, que faz ameaças a Carl para conseguir o que quer. Voltando para a equipe, Daisy e May vão atrás de Robin, para tentar achar alguma pista sobre o paradeiro de Coulson. Quando a encontram, Daisy não consegue fazer com que Robin fale, mas a situação muda quando ela vê May no avião, onde temos uma cena dela chamando a May de 'mamãe'. A cena é emocionante (já que a vimos morrer alguns episódios atrás), mas ao mesmo tempo triste, pois sua mãe estava presente na cena.


Contando com a ajuda de Carl, Phil consegue escapar de sua cela, onde saem a procura de Talbot, e logo em seguida de uma saída. Como Simmons se encontra totalmente convencida de que é invencível (assim como Fitz e Yo-Yo), ela faz um jogo com Mack, onde bebe três copos de quatro em uma mesa, e um desses copos é tóxico, e poderia a matar. Fitz não sabia de nada, mas se tratava de um truque para poder o libertar da cela, já que Mack o libertaria para salvar Simmons, e nesse instante Yo-Yo o tranca lá dentro. Tudo não passava de uma brincadeira, mas era verdade, Simmons bebeu os três copos de água, e o quarto continha uma substância tóxica.


No Zephyr One, May se aproxima de Robin, tentando conseguir alguma informação sobre Phil. Dessa vez ela consegue, pois em um desenho havia o desenho de dois homens (que viriam ser Coulson e Talbot) em uma floresta. Com esse desenho, a equipe tenta encontrar uma localização para poderem investigar. E enquanto isso, Coulson, Talbot e Carl tentam fugir de Hale, que aciona Ruby para os matar, com exceção de Carl, que faz parte de seu plano. Quando se deparam com os robôs de Hale, Coulson acaba levando um soco no coração, e morre. Mas Carl usa a energia de um dos robôs para o traze de volta.


Carl fica para tentar impedir Ruby, e Coulson e Talbot usam a máquina de Hale para entrar em contato com os alienígenas para fugir para algum ponto da Terra. Após Coulson e Talbot fugirem, a luta entre Carl e Ruby continuam, onde ela tenta matar ele, mas ele consegue se transformar em madeira a tempo. Nessa hora Hale chega e vê tudo, ela tenta a confrontar, a perguntando quem ela acha que é. E Ruby responde: "Eu sou a Destruidora de Mundos". E isso da um certo orgulho para Hale, ignorando a situação, e a mandando capturar Coulson e Talbot que fugiram.


Na cena pós-créditos, temos outra cena incomum, onde temos a presença de Raina e Ian em uma van com o Gravitonium. Nessa cena, Raina abre a caixa onde o Gravitonium estava, e o material literalmente engole Ian. Trazendo uma conexão com o início da 1 Temporada.


O próximo episódio intitulado "The Heymoon" irá ao ar no dia 13. Confira a promo:


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.